Apresentação

A Diretoria de Ações Afirmativas e Diversidade - DAAD constitui-se como espaço-tempo indutor de políticas de ações afirmativas com foco nas problemáticas de gênero e diversidade sexual, étnico-raciais, indígenas, populações do campo, quilombolas e pessoas com deficiência. Nesse sentido, desenvolve o seu trabalho com o objetivo de produzir estratégias que contribuam para que a política de ações afirmativas se constitua cada vez mais como princípio ético-político orientador das práticas da universidade, nos seus diferentes âmbitos: acesso, permanência, formação de servidores, currículo e produção de conhecimento. 

Projetos:

  • - Formações Afirmativas;
  • - Testagem e Aconselhamento em HIV e Sífilis.

Realizações:

I Conferência de Ações Afirmativas da UFES: Em agosto de 2018 foi realizada a I Conferência de Ações Afirmativas na Universidade Federal do Espírito Santo com objetivo de avaliar a trajetória de uma década de ações afirmativas na Ufes. Da realização da conferência resultou uma agenda afirmativa, composta por cerca de 80 propostas, que perspectiva orientar, ética e politicamente, as práticas e planejamentos na universidade. A Conferência contou com a participação de cerca de 320 participantes dentre eles, estudantes, técnicos e docentes de todos os campi da Universidade, além de representantes e movimentos da sociedade civil de diferentes regiões do Estado. Após a realização da Conferência, a Diretoria de Ações Afirmativas atua na perspectiva de dar capilaridade aos direcionamentos da Agenda Afirmativa por meio de diálogos e fomento de elaboração de planejamentos locais, que possam contribuir para o fortalecimento das ações afirmativas na universidade.

Serviços:

  • - Acolhimento de demandas relacionadas às  questões que atravessam as condições de acesso e permanência dos estudantes, com foco nas problemáticas de gênero e diversidade sexual, étnico-raciais, indígenas, populações do campo e quilombolas, bem como construção de encaminhamentos em diálogo e articulação com os demais setores e atores na universidade (dentro das possibilidades e da pertinência no âmbito da atuação da DAAD); 
  •  
  • - Atendimento psicológico, social e/ou psicossocial, com atenção especial para as demandas por atendimento relacionadas a questões que atravessam as condições de acesso e permanência, com foco nas problemáticas de gênero e diversidade sexual, étnico-raciais, indígenas, populações do campo e quilombolas; 
  •  
  • - Acolhimento e orientação aos estudantes em relação aos direitos existentes e recursos dos quais podem fazer uso para sua efetivação, bem como atuação no processo de articulação e encaminhamento para a rede de proteção social (rede socioassistencial, de saúde, etc…), com foco nas problemáticas de gênero e diversidade sexual, étnico-raciais, indígenas, quilombolas e de populações do campo; 
  •  
  • - Contribuição e suporte no fortalecimento de iniciativas de ações afirmativas no âmbito do acesso, permanência, produção de conhecimento, pós-graduação, formação de estudantes e servidores; 
  •  
  • - Fomento de estratégias que contribuam para que a política de ações afirmativas se constitua como princípio ético-político orientador das práticas na UFES;
  •  
  • - Fomento e realização de ações e projetos intersetoriais com vistas ao diálogo institucional e fortalecimento das ações afirmativas.
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910